Editora Mensagem - Luanda

Não existe em lado nenhum do Mundo - Futuro... sem Educação!

A prova da forma sofismada para encobrir a fraude dos livros escolares... pagos pelo Estado.

Passados 5 anos... depois de posto a circular na net... o link para baixar os livros escolares proposto enganosamente pelo INIDE - Ministério da Educação de Angola, na net... tem apenas; 1469 visualizações... numa população escolar de milhões de crianças...

 

E nem sequer é devido ao baixar de livros... mas... visualizações apenas.

http://www.bibliotecainide.org -

Média de visitas por ano... 293! 

 

A saga da educação... ou da falta dela... e da falta dos livros do ensino primário em Angola... apesar de pagos pelo Estado desde 2009!

A prova... mais uma das minhas denúncias sobre a ausência dos manuais escolares para o ensino primário em Angola. Como os livros não foram... nem são feitos desde 2009... criaram... são muito imaginativos... Imagine-se o avanço comparativamente às sociedades mais desenvolvidas... Porém... esqueceram-se que não existem crimes perfeitos... só às vezes... - O acesso à net... legalmente só é permitido a partir dos 15 anos... estranha coincidência... as crianças depois de seis anos de passagem pelo ensino primário... entram para a primeira classe aos seis (já nem sequer falo do ensino pré-primário, também abrangido nesta grave questão dos livros escolares)... acabando em principio... a escola primária pelos 12 anos de idade.

Depois... isto mostra-nos o gato escondido com o rabo de fora... poderá servir  para os colégios privados... que sendo caros... naturalmente que as crianças nos colégios privados, são os filhos das famílias com mais posses...

Então este serviço de descarregar livros pela net... resolve em parte os problema dos colégios privados... que além de venderem sabedoria... passam também a vender livros fotocopiados.

Mas há mais... quantas pessoas tem computador em Angola? e desses que tem... quantos tem impressoras para reproduzirem os livros em papel... e mesmo os que tem computador e impressora... vão ter de recorrer a uma empresa de reprografia para encadernar as fotocópias e pôr capas...

E ainda... a esmagadora maioria dos angolanos que tem acesso à net... é à net dos telemóveis... porque computadores ainda é só para uma minoria... ou já imaginaram as crianças em Angola nas salas de aula atentas à lição do professor... a acompanharem o ensino das matérias ... pelo telemóvel na própria sala?

 

E mais ainda... haveria para dizer... mas para já... fico-me por aqui!

 

Editora Mensagem - Luanda

António Jorge - editor e livreiro em Angola